FAZ DAS PEQUENAS GRANDES EMPRESAS

 

Após o êxito alcançado com a 1ª edição do Formação PME, que envolveu 51 empresas associadas da AIPAN, inicia-se um novo projecto que abrangerá 25 empresas em 2011/12.

As Boas Práticas do Formação PME no sector da Panificação e da Pastelaria, apresentadas na sessão de encerramento da 1ª edição e a troca de experiências e de resultados, teve um saldo positivo.

Os testemunhos dos associados que beneficiaram deste projecto são razão bastante para que a AIPAN apostasse numa nova candidatura, por forma a dar continuidade ao propósito de qualificar, credibilizar e melhorar o sector

 “O FPME é um investimento para o futuro.”

Gerir uma empresa é uma tarefa nem sempre fácil, sobretudo em tempo de crise. Participar no programa Formação PME permitiu-nos corrigir algumas lacunas, optimizar recursos e melhorar a prestação de serviços.”

Olhando á crise que se está a passar, o FPME e a AIPAN vieram em boa altura para ajudar.” 

" O FPME ajudou-nos a melhorar a qualidade dos nossos serviços”.

O programa FPME, conjuntamente com a AIPAN, contribuiu para uma preparação sólida e profissional de um futuro cheio de novos desafios.

 “ Com o Formação PME temos agora certezas quanto à rentabilidade dos produtos. Conseguimos saber qual o custo de produção dos produtos que nos permite ter mais competitividade na distribuição. Os colaboradores ficaram melhor preparados no atendimento ao público.”

Hoje o negócio é mais exigente. Mas a exigência sozinha não produz resultados. É preciso estar atento à evolução dos mercados, ao gosto dos consumidores, às tendências...e introduzir, com frequência, novidades. Com o FPME   procuramos alterar aspectos essenciais do negócio que têm impacto total - como a imagem, a funcionalidade, a gama  de produtos e o atendimento, mantendo os valores de sempre: honestidade, rigor total e simpatia”

 “ Ficamos impressionados com o impacto imediato na alteração do comportamento dos colaboradores, decorrente de algumas acções de formação.”

O formação PME fez-me ganhar dinheiro. Consegui melhorar a qualidade da minha empresa.”

O impacto do programa FPME foi excelente e oportuno. Conseguimos potenciar a nossa filosofia de inovação no produto de forma mais fidedigna através do aumento de competências ao nível de controlo de gestão e do marketing. Assim, houve uma contribuição significativa para um melhor desempenho da empresa que se traduziu num crescimento de 51% nas vendas.”

O Formação Pme apoia a empresa com a intervenção de consultores especializados, na melhoria das actividades de organização e gestão e a realização de formação, com vista à colocação em prática dessas melhorias.

Que vantagens?

Crescer e melhorar a sua posição no mercado com o apoio de consultores e formadores, valorizando as competências dos colaboradores, são estas as vantagens deste programa.

Como funciona?

Após adesão ao projecto, será seleccionado o consultor de ligação que será a pessoa que irá efectuar a coordenação das actividades na empresa. No inicio da actividade será efectuado um diagnóstico estratégico onde serão, em conjunto com o empresário e a sua equipa, identificadas as principais carências da empresa e os objectivos a atingir que serão traduzidas no desenvolvimento da intervenção. As actividades identificadas serão incluídas num Plano de Desenvolvimento que será o guia de condução da intervenção, assim como no plano de formação da empresa.

A intervenção terá a participação de consultores especialistas de acordo com as áreas do Plano de Desenvolvimento. No decorrer da intervenção serão realizados momentos de avaliação de modo a avaliar o grau de qualidade das intervenções.

O número de horas de intervenção de consultoria e formação dependem da dimensão da empresa, que poderá variar entre 50 horas e 100 horas de consultoria e 100 a 200h de formação.

Quem pode participar?

Qualquer empresa nas seguintes condições:

  • Ser PME (de acordo com a Recomendação da Comissão 2003/361/CE - JO N.º L 124 de 20/05/2003), com uma Dimensão inferior a 100 trabalhadores

  • Dimensão da empresa – até 100 trabalhadores

  • Ausência de dívidas à Fazenda Pública e Segurança Social (Declaração destas Entidades)

  • Ausência de contenciosos com FSE, no âmbito de projectos anteriores

  • Não estar a beneficiar de financiamento de fundos comunitários para acções semelhantes

  • Cumprir a legislação de acesso inscrita nos regulamentos gerais e específicos do programa

Para além destes, constam no caderno de candidatura critérios de selecção das empresas interessadas em participar no programa.

Quanto custa?

O programa não apresenta custos para a empresa no que respeita à intervenção de consultoria e formação, no entanto, será necessário que a empresa assuma a disponibilidade de recursos, humanos e materiais, a estabelecer no Plano de Desenvolvimento.

Como posso inscrever-me?

Através do preenchimento da ficha em anexo e envio para a AIPAN.