Este ano, o dia 17 de Maio – Dia Mundial da Hipertensão, teve um sabor diferente.

A AIPAN - Associação dos Industriais de Panificação, Pastelaria e Similares do Norte e 25 empresas suas associadas, destinatárias do Programa Formação PME, tendo como organismo intermédio a AEP – Associação Empresarial de Portugal, associaram-se às comemorações da SPH - Sociedade Portuguesa de Hipertensão organizando um Projecto de Responsabilidade Social em 16 concelhos da zona Norte.

Braga, Bragança, Celorico de Basto, Fafe, Guimarães, Lousada, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Penafiel, Porto, Trofa, Valongo, Vila Nova de Famalicão, Vila Nova de Gaia e Santa Maria da Feira protagonizaram as celebrações do Dia Mundial da Hipertensão com a intervenção activa dos Padeiros do Norte que se juntaram à luta contra a hipertensão.

Santa Maria da Feira foi eleita pela Sociedade Portuguesa de Hipertensão a “Capital da Hipertensão 2013” e recebeu a acção centralizada do Projecto de Responsabilidade Social. Para além de rastreios à pressão arterial e acções de esclarecimento sobre a “Hipertensão Arterial e Estilos de Vida”, as crianças puderam ainda, com a ajuda dos Padeiros, por as “Mãos na Massa”

Durante o dia 17 de Maio, nos 16 concelhos intervenientes, foram distribuídos mais de 200 000 unidades de pãovida, um pão promotor da saúde, pobre em gordura e com pouco sal, constituído por cereais integrais, com uma maior concentração de vitaminas, minerais e fibras, pensada de forma a garantir que a qualidade lidere em prol da saúde e das exigências organoléticas a que o consumidor está habituado.

Paralelamente, os Padeiros organizaram rastreios à pressão arterial nas próprias padarias, com o apoio técnico da UFP - Universidade Fernando Pessoa, junto de Centros de Saúde, Hospitais, Agrupamentos Escolares e no centro urbano das respectivas localidades.

Esta acção inseriu-se num projecto de responsabilidade social do sector cujo objectivo é sensibilizar a população para o combate à hipertensão arterial e obesidade; valorizar o pão enquanto escolha saudável, equilibrada e adaptada a qualquer faixa etária; incrementar o consumo de pão em detrimento de outras alternativas ricas em sódio, em gordura e açúcar; elucidar acerca das propriedades nutricionais do pão comparativamente aos produtos que são consumidos como alternativa e privilegiar a escolha e o consumo de pão às refeições intercalares, nomeadamente pequeno-almoço, merendas e lanches.

Mais uma vez o sector da Panificação manifestou as suas preocupações para com a saúde pública e executou uma acção de sensibilização alargada à zona Norte.
A AIPAN quer continuar a investir na saúde e bem-estar da população. Vamos continuar a trabalhar neste projecto, para que o pão consiga fazer parte da alimentação saudável diária de cada um de nós!

“PELA SUA SAÚDE, COMA PÃO”

Braga
Regina Doce

Bragança
Delícias

Celorico de Basto
Artcake - Indústria de Panificação
Padaria Avenida

Fafe
Padarias Silva

Guimarães
Pastelaria das Dominicas

Lousada
Padaria Mesquita

Maia
DoceMaia Gourmet
Padaria e Confeitaria O Moinho
Panorte

Matosinhos
Padaria S. Mamede
Real Massa

Oliveira de Azeméis
Padarias Milhinha

Penafiel
Padaria Aliança 2

Porto
Leitaria Quinta do Paço
Oporto Confeitaria
Pão Quente e Pastelaria S. Pedro

Trofa
Padaria e Pastelaria Lírio Amarelo
Padaria Mota

Valongo
Rosa do Pão Quente

Vila Nova de Famalicão
Padaria Nova

Vila Nova de Gaia
Monte Doce - Padaria e Confeitaria
Padaria A Leverense
Padaria Carquejeiro
Panificadora Gaiense

Santa Maria da Feira

EMPRESAS DESTINATÁRIAS FPME
Projecto de Responsabilidade Social